Biologia

Apresentação

A Biologia é uma ciência que estuda as diversas formas vivas e não vivas de organismos, as relações entre elas e as relações delas com o ambiente. Tal diversidade biológica desenvolveu-se e organizou-se através do tempo, sob ação de mecanismos evolutivos, aos quais ainda está submetida. Como uma consequência desse percurso evolutivo, os organismos não estão isolados, mas, constituem sistemas que estabelecem complexas relações de interdependência.

O entendimento dessas interações envolve a compreensão da organização funcional interna das diferentes espécies e sistemas biológicos, dos seus modos de vida e das condições físicas e químicas do meio ambiente.

Além disso, dada a especificidade das relações estabelecidas pelo ser humano, uma influência cultural, política, econômica e social associa-se à abordagem dos aspectos biológicos do ambiente e dos fenômenos naturais que nos cercam.

O licenciado em ciências biológicas é o professor apto a planejar, organizar e desenvolver atividades e materiais relativos ao ensino de Biologia, sendo sua atribuição central a docência na educação básica.

Objetivos do Curso

Objetivo Geral

Formar professores para atuar na Educação Básica, obedecendo ao conjunto de princípios, fundamentos e procedimentos estabelecidos pelas Diretrizes Curriculares para o Curso Ciências Biológicas.

Objetivos específicos

  • Formar professores para atuar nas séries finais do ensino fundamental e no ensino médio na área de Ciências Biológicas;
  • Promover sólida formação teórico-prática e profissional no campo da educação e das ciências da natureza de forma integrada e contextualizada;
  • Dominar métodos e técnicas pedagógicas que facilitem a construção do conhecimento nos diferentes níveis de ensino;
  • Usar e desenvolver o saber científico e tecnológico com ênfase nas questões éticas relativas às áreas de interesse da Biologia;
  • Direcionar o aluno a atuação legal do exercício profissional.

Perfil profissional do egresso

O licenciado em Ciências Biológicas deve possuir uma posição generalista, crítica, ética, e cidadã com espírito de solidariedade, além de deter adequada fundamentação teórica, como base para uma ação competente, que inclua o conhecimento profundo da sua área de atuação, bem como sua organização e funcionamento em diferentes níveis da educação.

O egresso deve estar apto a atuar multi e interdisciplinarmente, adaptável à dinâmica do mercado de trabalho e às situações de mudança contínua do mesmo. Deve estar preparado para desenvolver ideias inovadoras e ações estratégicas, capazes de ampliar e aperfeiçoar sua área de atuação.

Competências e Habilidades

  • Planejar, organizar e dirigir situações de aprendizagem;
  • Articular o ensino de biologia e ciências a propostas pedagógicas mais amplas, incluindo outras áreas, e participar das diferentes etapas do trabalho pedagógico delas decorrentes, envolvendo outros profissionais, bem como pais e alunos;
  • Pautar-se por princípios da ética democrática: responsabilidade social e ambiental, dignidade humana, direito à vida, justiça, respeito mútuo, participação, responsabilidade, diálogo e solidariedade;
  • Reconhecer formas de discriminação étnica, social, de gênero, etc. que se fundem inclusive em alegados pressupostos biológicos, posicionando-se diante delas de forma crítica, com respaldo em pressupostos epistemológicos coerentes e na bibliografia de referência;
  • Atuar em pesquisa básica e aplicada nas diferentes áreas das Ciências Biológicas, comprometendo-se com a divulgação dos resultados das pesquisas em veículos adequados para ampliar a difusão e ampliação do conhecimento;
  • Portar-se como educador, consciente de seu papel na formação de cidadãos, inclusive na perspectiva socioambiental;
  • Utilizar o conhecimento sobre organização, gestão e financiamento da pesquisa, legislação e políticas públicas referentes à área;
  • Entender o processo sócio histórico de produção do conhecimento das ciências biológicas referente a conceitos/princípios/teorias;
  • Estabelecer relações entre ciência, tecnologia e sociedade;
  • Aplicar a metodologia científica para o planejamento, gerenciamento e execução de processos e técnicas visando o desenvolvimento de projetos, perícias, consultorias, emissão de laudos, pareceres etc. em diferentes contextos;
  • Utilizar os conhecimentos das ciências biológicas para compreender e transformar o contexto sócio-político e as relações nas quais está inserida a prática profissional, conhecendo a legislação pertinente;
  • Desenvolver ações estratégicas capazes de ampliar e aperfeiçoar as formas de atuação profissional, preparando-se para a inserção no mercado de trabalho em contínua transformação;
  • Orientar escolhas e decisões em valores e pressupostos metodológicos alinhados com a democracia, com o respeito à diversidade étnica e cultural, às culturas autóctones e à biodiversidade;
  • Atuar multi e interdisciplinarmente, interagindo com diferentes especialidades e diversos profissionais, de modo a estar preparado a contínua mudança do mundo produtivo;
  • Avaliar o impacto potencial ou real de novos conhecimentos/tecnologias/serviços e produtos resultantes da atividade profissional, considerando os aspectos éticos, sociais e epistemológicos;
  • Comprometer-se com o desenvolvimento profissional constante, assumindo uma postura de flexibilidade e disponibilidade para mudanças contínuas, esclarecido quanto às opções sindicais e corporativas inerentes ao exercício profissional.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho do profissional licenciado em Ciências, conforme o parecer 1.303/2001 (p. 6 e 7) do conselho Nacional de Educação, é diversificado, amplo, emergente e crescente em instituições públicas e privadas de ensino, pesquisa e extensão. O licenciado em Ciências Biológicas deve estar orientado para princípios pedagógicos envolvidos em sua futura vida profissional. Sendo assim, precisa ser:

  • generalista, crítico, ético e cidadão com espírito de solidariedade;
  • detentor de adequada fundamentação teórica científica e pedagógica, como base para uma ação docente competente;
  • consciente da necessidade de atuar com qualidade e responsabilidade em prol da formação integral de seus alunos que considere as dimensões biológicas, culturais e sociais dos sujeitos;
  • comprometido com os resultados de sua atuação, pautando sua conduta profissional por critérios humanísticos, compromisso com a cidadania e rigor científico, bem como por referenciais pedagógicos e éticos legais;
  • consciente da possibilidade de desenvolver pesquisas relacionadas ao trabalho docente, nos vários contextos de atuação profissional;
  • apto a atuar multi e interdisciplinarmente, a criar e inovar em seu trabalho bem como lidar com a diversidade cultural e social de seus alunos;
  • preparado para desenvolver ideias inovadoras e ações estratégicas, capazes de ampliar e aperfeiçoar sua área de atuação.

Estrutura Curricular

A organização curricular para Licenciatura em Ciências está estruturada em períodos letivos, de modo a fomentar o desenvolvimento de capacidades, em ambientes de ensino que estimulem a busca de soluções e favoreçam ao aumento da autonomia e da capacidade de atingir os objetivos da aprendizagem.

O currículo está organizado de modo a garantir a formação completa, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada, fixadas pela Resolução Nº 2, de 1º de Julho de 2015 do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Matriz Curricular do Curso